blog_desabafo_do_designer
Desabafo de um Designer
10 de julho de 2017
fotografia-iniciantes
Dicas para fotógrafos iniciantes
10 de agosto de 2017
Exibir tudo

Influência das Cores

influencia-das_cores1
 

As cores foram estudadas e testadas, onde somente no século XVI. A cor foi diagnosticada como um produto da luz. O filósofo Epícuro (341-270 a.C.) já dizia que a cor varia com a luz que os ilumina.

"O prisma não muda a cor da luz branca, mas decompõe-na em suas partes constitutivas simples, as quais, combinando-se de novo, produzem novamente o branco inicial." Isacc Newton

A luz é a única fonte de cor que proporciona a tonalidade delas na inter relação de três elementos na natureza: a luz, sendo fonte de cor; a matéria e sua reação através da incidência da luz e por fim, o olho como órgão captador e decodificador para o cérebro. Para simplificar, as cores são proporcionadas através da luz como fonte de todas as cores, que refletem, absorvem e transmitem pigmentos.

As cores ampliam a percepção visual, atraindo, comovendo, irritando e até mesmo acalmando. Com todas estas características é impossível não usá-las como forma de persuasão, através da psicologia das cores. Porém, a visão humana varia de pessoa a pessoa, ou seja, muitas cores físicas não se aplicam a visão psicológica das cores. É preciso avaliar que tipo de experimento está sendo usado para a pesquisa. O importante é deixar claro os estudos relacionados com os estudos de relações entre os indivíduos e seu mundo não tem validade a questão da comunicação e sua área.

A partir destes estudos realizados por Köstlin, de Kandisky e do psicólogo suíço Max Lüsher, realizaram uma pesquisa relacionada a psicologia, contribuindo para a informação de publicitários e designers. Esses estudos ajudam no sentido de extrair alguns conceitos sobre o valor inconsciente das cores confirmando as tendências, avaliada conforme cada aplicação e conjuntura específica.

Os psicólogos estudaram profundamente a influência da cor na psique humana, mas nenhum experimento pode ser considerado conclusivo pois a influência da cor na pessoa é difícil de ser aprovada e em experimentos fechados e conclusivos.

As cores influenciam a mente humana fazendo com que as pessoas sofram sensações emocionais através do impacto que a luminosidade da cor provoca. Foi realizados experimentos em um grupo heterogêneo de cem pessoas buscando índices da percepção de cada cor. Esta pesquisa foi proporcionada pelo Dr. Adams, em sua obra "Adverstising and Its Mental Laws", concluindo resultados sobre a percepção de atenção e memorização das cores. O experimento teve como resposta a cor laranja com mais percepção nos homens e o vermelho na percepção das mulheres. No geral, as cores laranja, vermelho e azul ocupam os primeiros lugares na percepção rápida do Universo pesquisado, deixando as cores verde e amarelo mais distantes. Por ter sido realizado em rígido controle científico, este experimento é lembrado com freqüência nos trabalhos de impacto visual, porém, é preciso lembrar que o universo pesquisado é restrito.

Outras experiências foram realizadas com as cores vermelho e azul, onde foram colocados na mesma distância para um grupo de pessoas. A cor vermelha foi a vencedora na prova de distância e profundidade. Testaram outras cores em relação a cor vermelha e obtiveram o mesmo resultado. Isso significa que quando a luz refletida das cores passa pelo cristalino do olho humano, os raios vermelhos se refletem comparativamente menos que os demais raios coloridos, provocando uma percepção de que o objeto vermelho está mais próximo, definindo como conceito científico de "aberração da natureza".

A cor causa estímulos e inconscientemente provoca a sensação de Ter peso. A partir daí, os psicólogos C. J. Warden e E. L. Flyn, no estudo "The Effect of Color on Apparent Size and Weigh", publicado no American Journal of Psychology, realizaram experimentos através de pacotes do mesmo tamanho, onde o indivíduo teria que determinar o peso que aparentava. Após o resultado, onde as pessoas participantes do experimento concluíram que as cores mais escuras aparentam mais peso, aplicaram esta teoria em uma empresa de ferramentas onde os trabalhadores apresentavam fadiga, pois tinham que levar as caixas dos produtos do armazém para os caminhos. Então resolveram trocar a cor preta das caixas por embalagens de cor verde claro. Após o acompanhamento da experiência foi observado que os trabalhadores passaram a ter sensação de que as caixas eram mais leves, diminuindo as reclamações de esforço físico.

Embora todos estudos é importante lembrar que as cores não podem ser consideradas fenômenos precisos através da percepção do olho humano. No entanto, cada cor tem suas características que a classificam com estímulos:

  • Vermelho: Sensações de energia, desejo e força. Predispõe à ação e clima de resolução, concentra a atenção, aproxima os elementos e estimula a agressividade.
  • Amarelo: Provoca um estado ânimo impreciso sem uma ação de resolução, dispersando a atenção.
  • Verde: Sensação de imobilidade contemplativa e de repouso, inspirando simpatia e cordialidade, mas não é marcante como força.
  • Azul: Provoca forte empatia, neutralizando inquietudes de ânimo, com o poder de criar uma sensação transcendentes de ânimos e de valores.
  • Preto: Estimula sensação de rigorosidade sem perdão. Pelas leis da física representa a ausência da luz, mas psicologicamente gera sensação de algo e definitivo.
  • Cinza: Serve para atitudes neutras e diplomáticas mobilizando o ânimo. É usada para não chamar atenção.
  • Violeta: Predispõe ânimo para tristeza e a reflexão, induzindo situações de mistério e misticismo.
  • Marrom: Induz a introspeção, estimulando lembranças primitivas, causando sensação de conforto e proteção.


As combinações também resultam em estímulos que são fundamentais para atingir os objetivos de um trabalho, como mostra o estudo de Max Lücher:

  • Azul e Branco: Sensação de paz e harmonia intensificando a projeção psicológica. Passa simpatia, predispondo à generosidade, à doçura e bem-estar.
  • Amarelo e Vermelho: Provoca impulso, limitando a alta capacidade estimular a resolução que tem o vermelho isoladamente. Ex.: MC Donald's.
  • Verde e Vermelho: É uma combinação estimulante e vibrante, lembrando natureza e um certo primitivismo rural.
  • Vermelho e Azul: Indica finura, contrariando o espírito primário. É associado a qualidade e importância altamente motivadora. Um exemplo disto é a bandeira dos Estados Unidos.
  • Amarelo e Verde: Provoca sensação de algo ilusório, sem objetividade, induzindo à carência de eficácia e à pouca concretitude. É interessante essas definições já que essa combinação representa manifestação de brasilidade.


O estudos das cores é dinâmico, pois embora tenha estudos e conceitos comprovados sobre o significado de cada cor, pode sofrer alterações com relações aos hábitos sociais, tendo influência da mídia, moda e a própria história. Porém, existe uma vinculação permanente de uma cor a um determinado significado psicológico, relacionado ao inconsciente coletivo e da civilização.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *